Notícias

Notícias
21/03/2018

SINDIJOR condena comentário de jornalista baseado em Fake News

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Sergipe (SINDIJOR-SE), entidade classista de representação dos Jornalistas e do Jornalismo em Sergipe, vem a público repudiar os comentários do jornalista Carlos Batalha, apresentador do Programa TV Atalaia Entrevista, na TV Atalaia, afiliada da Rede Record, que na segunda-feira (19) proferiu críticas à vereadora carioca Marielle Franco, assassinada no Rio de Janeiro. Baseado em notícias falsas, o profissional da imprensa associou a vereadora ao Comando Vermelho e ao tráfico de drogas.


Ressaltamos que o Artigo 4º do Código de Ética Nacional do Jornalismo salienta que o compromisso fundamental do jornalista é com a verdade no relato dos fatos, além de pautar seu trabalho na precisa apuração dos acontecimentos e na sua correta divulgação.


Lamentamos que um jornalista experiente como Carlos Batalha não tenha se preocupado com a devida apuração da notícia, permitindo-se fazer um comentário sobre um assunto enraizado de inverdades. A mídia deve ser um instrumento de proclamação do bem e da verdade, jamais para incitar o ódio, a intolerância, o preconceito, o racismo e a violência.


O SINDIJOR não comunga com essa opinião do jornalista Carlos Batalha, no mínimo, infeliz. A memória,  a família, os amigos, o legado, a luta social da vereadora, covardemente assassinada, merecem todo o respeito, independentemente de ideologia política.


A liberdade de imprensa é uma conquista sagrada e inalienável para os jornalistas, mas essa mesma liberdade deve estar associada à verdade dos fatos e à responsabilidade profissional.

 

SINDIJOR

Em Defesa dos Jornalistas e do Jornalismo

Deixe seu Comentário

Ainda não há comentários, seja o primeiro a comentar.

Seu Nome:

Seu E-mail:  (Não será divulgado)

Comentários:
 
 
Rua Maruim, 767 - Centro
CEP 49010-190 - Aracaju/SE
Telefone: (79) 3043-8007
sindijor@gmail.com
CNPJ: 13.163.530/0001-00
 Código Sindical: 009421010189