Notícias

Notícias
21/08/2018

SINDIJOR repudia tentativa de censura promovida por fiscal da Emsurb contra jornalista da CBN

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Sergipe (SINDIJOR-SE), entidade de classe que representa os Jornalistas e o Jornalismo em Sergipe, vem a público repudiar, veementemente, a ação de um fiscal da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), que intimidou a jornalista Cris Silva, repórter da CBN Aracaju, na manhã desta terça-feira (21), quando a profissional registrava a retirada de vendedores ambulantes no entorno do Hospital de Urgências de Sergipe (HUSE), após recomendação do Ministério Público do Estado.

 

Numa clara demonstração de desrespeito aos profissionais do Jornalismo e despreparo para a importante função pública, o fiscal, que não teve o nome revelado, ameaçou processar a jornalista, caso ela registrasse a ação dos fiscais da Emsurb. A atitude agressiva do funcionário da empresa municipal dá entender que a desocupação seria feita de forma truculenta, por isso, longe dos olhos da imprensa.

 

Para o presidente do SINDIJOR, Paulo Sousa, a atitude do servidor público municipal foi descabida e fere o princípio da liberdade de imprensa e o livre exercício profissional do jornalista.

 

“Em pleno século XXI é inadmissível que ainda tenhamos autoridades querendo censurar a imprensa. Lembramos que o papel do jornalista é fundamental para a manutenção do Estado Democrático de Direito. Para que possamos cumprir com o dever de informar à sociedade é imprescindível que sejamos livres de interdições e censuras. E o que aconteceu com a jornalista Cris Silva merece total repúdio da entidade de classe em Sergipe”, ressalta o presidente.

 

Fundamentado na lei maior que rege a classe jornalística, o SINDIJOR reconhece Cris Silva como uma profissional respeitada e cumpridora de suas atribuições profissionais, sempre pautada no Código de Ética do Jornalismo. Este ataque é mais um ato grave que demonstra a intolerância e a incapacidade de convivência harmoniosa de determinados setores da sociedade com os jornalistas, bem como fere o direito constitucional da liberdade de imprensa, prejudicando o pleno exercício da profissão.

 

O SINDIJOR se solidariza com a jornalista e toda equipe da CBN, coloca a assessoria jurídica a sua disposição, e exige da direção da Emsurb medidas no sentido de punir o fiscal responsável pela agressão à jornalista.   

 

A democracia exige respeito aos profissionais do Jornalismo, pois não há democracia sem liberdade de imprensa e não há liberdade de imprensa sem jornalistas.

 

 

SINDIJOR

Em Defesa dos Jornalistas e do Jornalismo

Deixe seu Comentário

Ainda não há comentários, seja o primeiro a comentar.

Seu Nome:

Seu E-mail:  (Não será divulgado)

Comentários:
 
 
Rua Maruim, 767 - Centro
CEP 49010-190 - Aracaju/SE
Telefone: (79) 3043-8007
sindijor@gmail.com
CNPJ: 13.163.530/0001-00
 Código Sindical: 009421010189